top of page

Uma nova fronteira para o desenvolvimento de software





Uma das coisas que nós, como fundadores da CPS1 valorizamos, é dar autonomia às pessoas.


Encontrar caminhos para que cada um possa focar em fazer o seu melhor, eliminando burocracias e desperdícios.


Temos pavor de processos que não fazem qualquer sentido no desenvolvimento de software. Processos esses que, infelizmente, muitas vezes as pessoas envolvidas estão tão entrincheiradas que não conseguem enxergar que existem alternativas.


O status quo dentro de qualquer empresa, pequena ou grande, é muito poderoso.


Nem sempre apenas com base na cultura ou simplesmente na gestão é possível melhorar e aprimorar processos de desenvolvimento.


Muitas vezes, é necessário um choque. Algo que impacte e mude a forma de pensar, e que jogue luz sobre novas e grandiosas possibilidades de ganhos de eficiência e performance.


E esse choque certamente não é algo complexo, elaborado, ou que precise de uma longa explicação. É simples, direto e claro.


Vamos refletir sobre alguns pontos:

  • Se o software é feito para ser operado na nuvem, porque então seguimos desenvolvendo localmente em laptops?

  • Por que seguimos diariamente entregando as demandas de negócio através de novos códigos que não foram criados onde serão executados?

  • Por que insistir em arcar com todos os custos, de esforço e financeiro, de se manter ambientes de homologação, QA, staging, para no final do dia, engargalar ainda mais os processos com resultados medíocres?


Muitos estão conformados em criar um README, colocar alguns passos de como subir e começar a desenvolver um projeto, e lançar o desenvolvedor à própria sorte para conseguir resolver todos os problemas que podem surgir. Isso, claro, se houver um README com essas instruções.


Algumas empresas mais inovadoras finalmente acordaram para o Platform Engineering, que emergiu nos últimos tempos como a panaceia para resolver esse tipo de problema.


Porém, sem ferramentas pensadas em efetivamente atacar esses problemas, um time de Platform Engineering vai se tornar apenas um criador de templates de configurações de luxo e chamam isso de "plataforma".


Portanto, uma mudança conceitual muito simples, e muito poderosa, que pode efetivamente atacar e resolver esses problemas, é parar de desenvolver localmente e trabalhar diretamente na nuvem.


Acreditamos que, dada a complexidade e outras características dos sistemas feitos para nuvem, só será possível aumentar efetivamente as capacidades de desenvolvimento, utilizando uma infraestrutura de nuvem gerenciada com automação, e não localmente no computador de cada contribuidor.


Além disso, mantendo a qualidade e consistência sem aumentar a quantidade de pessoas envolvidas.


É com todo esse cenário desafiador que encontramos hoje, que nasceu a CPS1.


Estamos aqui para ajudar as empresas a dobrarem a capacidade de entrega de software, elevando o processo de desenvolvimento para nuvem, com segurança, velocidade, qualidade, visibilidade e controle de custos.


É possível e temos um produto capaz para isso.


A CPS1 é uma plataforma de Cloud Development Environments (CDE) instalada na sua nuvem. Em poucos segundos um ambiente de desenvolvimento é provisionado e configurado com IDE, serviços e ferramentas da sua empresa para o desenvolvimento.


Venha conhecer a plataforma CPS1.

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page